O risco nas montanhas desde a primeira subida do Eiger - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Muralhas e audácia - 150 anos atrás

O risco nas montanhas desde a primeira subida do Eiger

Todas as montanhas dos Alpes já foram conquistadas há muito tempo atrás. Mas os alpinistas continuam a navegar através de novas rotas mais e mais espetaculares...

Fonte:

"Todas as montanhas dos Alpes já foram conquistadas há muito tempo atrás. Mas os alpinistas continuam a navegar através de novas rotas mais e mais espetaculares. Superando a si próprios, os riscos continuam sendo parte integrante destas ascensões à montanha. Por ocasião do 150º aniversário da primeira subida do Eiger, a exposição "Muralhas e audácia" do Museu Alpino Suiço levanta a questão dos riscos e das motivações que levam alpinistas aos cumes dos Alpes tanto ontem como hoje. Apesar dos avanços em equipamentos, técnicas de escalada e equipamentos de salvamento, o risco continua a ser um companheiro permanente, quer para o montanhista extremo, para o alpinista amador ou para o simples alpinista. Quem são esses apaixonados pela montanha: heróis, aventureiros, esportistas ou loucos?"

Esta é a chamada para a expesição que está sendo realizada por ocasião dos cento e cinquenta anos da primeira ascensão do Eiger, o Museu Alpino Suiço de Berna oferece justamente a exposição "Parois et audace", que significa: Muralhas e audácia - O risco nas montanhas desde a primeira subida do Eiger 150 anos atrás.

Algumas fotos atuais e históricas, equipamentos da época e filmes oferecem uma fascinante visão da história da conquista do Eiger e da evolução do montanhismo a partir de 1858 aos dias de hoje.

Em 11 de Agosto de 1858, durante a conquista do Eiger (Alpes), o britânico Charles Barrington e os seus guias suíços Peter Bohren e Christian Almer não suspeitavam que a conquista da face norte da montanha seria uma feroz luta oitenta anos mais tarde. Nos anos 1930, antes do sucesso em 1938 com uma cordada austro-alemã, meia dúzia de montanhistas ainda eméritos perderam a vida na imensa parede.

Com o Eiger de uma vez se ergueu um pretexto e um símbolo, a exposição termina com os riscos assumidos pelos pioneiros, mas também por montanhistas modernos e seus equipamentos em constante evolução.

Para quem estiver de passagem pela Europa vale a pena conferir. A exposição vai até 28 de setembro de 2008 no Musée alpin suisse, que fica na cidade de Berna na Suíça.

Tel. : + 41 (0) 31 350 04 40.
Website: www.alpinesmuseum.ch

Redação AltaMontanha com informações de Les Nouvelles de L’Alpe

Publicidade:


Publicidade

Publicidade