David Lama escala em solitário o Sagwand e segue para o Masherbrum (7821m) - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Uma enorme parede do Karakorum

David Lama escala em solitário o Sagwand e segue para o Masherbrum (7821m)

O alpinista austríaco escalou em solitário a via Mittelpfeiler (800m, M5) no pilar central de Sagwand, nos alpes, se preparando para o que irá enfrentar no desafio de abrir uma via no Masherbrum, montanha de 7.821 metros de altitude.

Fonte: desnivel.com

David Lama já se encontra no Paquistão a ponto de começar outro desafio de altos vôos e grandes paredes em uma das montanhas mais altas do país. Depois de escalar no verão passado o Chogolisa (7.665 metros) e a via Eternal Flame na Torre Trango (6.251 metros), o alpinista se fixou este ano no Masherbrum de 7.821 metros, onde tentará abrir uma nova rota junto de seu companheiro de aventuras, Peter Ortner.
 
A dupla já está no Paquistão desde semana passada, em Islamadad, resolvendo trâmites legais para iniciar a expedição. O Masherbrum é um cênico pico situado no lado sul do glaciar de Baltoro. Apesar de sua beleza e considerável nível, é consideravelmente menos frequentado do que o s vizinhos K2, Broad Peak e Gasherbrum I e II. De qualquer maneira, segundo afirma Peter Ortner no seu blog, "por sua forma, é provavelmente uma das montanhas mai bonitas que vi até agora".
 
Esclarece que enfrentarão 3.500 metros de desnível da face noroeste na aventura marcada pelo tempo, as condições, e com certeza pelo condicionamento físico de ambos. O Masherbrum foi escalado pela primeira vez por norte-americanos George Irving Bell e Willi Unsoeld em 1960. Sua face noroeste é uma das grandes paredes do Karakorum. Foi feita uma tentativa de escalada em 2006 por um forte grupo de big wall russo liderado por Alexander Odintsov, que disse quando desceu ser "uma parede impossível de se escalar".
 
De qualquer maneira, David Lama e Peter Ortner parecem haver se especializado em desafios impossíveis, entre os que destacou especialmente a primeira ascenção em likvre do Filo Sudeste do Cerro Torre, a polêmica Via do Compressor de Maestri, em janeiro de 2012.
 
Sagwand en solitário
 
Como aperitivo pra sua aventura no Paquistão e depois de voltar de sua expedição na primavera no Alaska com Dani Arnold, David Lama realizou uma interessante escalada nos Alpes de Tirol. O montanhista voltou ao Sagwand, onde passou por uma dura primeira invernal em março com Hansjorg Auer e Peter Ortner, para tentar em solitário a via Mittelpfeiler, de 800 metros, o pilar central. Ano passado havia escalado a mesma agulha em solitário, quando abriu a via Badlands (700 metros, 6a, W14, A1).
 
Sob condições mais invernais do que um 14 de maio pode fazer, David Lama escalou esta rota "relativamente fácil, mas realmente belíssima e que vale a pena repetir". Ele mesmo descreve o pilar central do Sagwand da seguinte forma: "Escala-se um trecho bastante longo em um colo nevado, seguido por uma curta sessão de terreno mixto que conduz aos últimos 200 metros. Estes são muito mais inclinados, constantemente em terreno mixto, bastante exposto até o pilar final".
 
A passagem chave da rota está precisamente acima e consiste em "uns 10 metros verticais". David Lama só precisou de quatro horas pra escalar a via inteira, que finalmente completou sem necessidade de sequer usar a corda que carregava na mochila.
 
Boa sorte a dupla na dura tarefa que enfrentarão em algumas semanas!
 
 
 
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade