Everest: China pode limitar o número de escaladores na próxima temporada - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Política no Himalaia

Everest: China pode limitar o número de escaladores na próxima temporada

Esta semana China anunciou a reabertura do Tibet ao turismo, mas também anunciou que poderá limitar o número de turistas e em torno do Everest no próximo ano. Aparentemente por razões ambientais.

Fonte: Cordada Infinita

O diretor do Ministério de Proteção do Meio Ambiente do Tibete disse: "Temos a necessidade de limitar o número de pessoas que querem escalar no Everest e as montanhas ao redor, pois esse excesso de pessoas exerce um enorme impacto negativo sobre o meio ambiente local"

Apesar dos chineses terem dito que estão planejando uma grande operação de limpeza no lado tibetano do Everest, no primeiro semestre de 2009, dificilmente essas ações terão o aval da comunidade mundial, já que não são muito confiáveis tais declarações.

A China completou no ano passado um projeto de asfaltar uma estrada até o campo base do Everest, sendo essa atitude motivo das principais criticas, pois dificilmente ela não será usada para fins comerciais ou turísticos, trazendo cada vez mais pessoas ao Everest e montanhas ao redor, continuando assim o impacto ambiental.

Outro possível motivo para restringir o número de visitantes no Everest é a Lei da Oferta e da Procura.

O governo chinês pode estar preparando uma alta nas taxas para escaladores não chineses, atualmente, as taxas para autorização para escalar o sobre o Everest são muito mais elevadas no lado Nepaleses algo à partir de US $ 25.000, com descontos grupos de vários montanhistas. Já no Tibete a taxa foi de apenas US $ 4.900 por pessoa em 2007, mas essa taxa teve um acréscimo de 60% nos últimos anos.

O que dizer que sinaliza que se a China reabrir o Everest para montanhistas em 2009, provavelmente fará outro aumento nas taxas, esperando assim diminuir o número de montanhistas, mas mantendo a mesma receita.

Fonte: Cordada Infinita

Publicidade:


Publicidade

Publicidade