Nepal põe fim às buscas dos desaparecidos no Monte Everest - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Tragédia

Nepal põe fim às buscas dos desaparecidos no Monte Everest

Após a grande tragédia do dia 18, ainda há 3 Sherpas desaparecidos, mas o governo desistiu de procurá-los, já que não há chances de que estejam com vida.

Fonte: Agência Brasil

O Nepal deu neste domingo (20) por terminadas as buscas aos três guias nepaleses que continuam desaparecidos depois da avalanche no Monte Everest em que 13 colegas foram encontrados mortos, segundo fonte oficial.

As autoridades tinham descartado no sábado (19) a possibilidade de encontrarem mais sobreviventes da avalanche à qual escaparam com vida nove pessoas.

Os homens que morreram eram Sherpas que trabalhavam transportando equipamentos para expedições no Everest.

A avalanche, considerada a pior da história naquela montanha, aconteceu na sexta-feira (18) por volta das 6h45 (no horário local) a cerca de 5.800 metros de altitude. Este já é considerado o acidente mais mortal da história do montanhismo moderno na mais alta montanha do mundo. Antes deste, o mais grave acidente no Monte Everest, nos Himalaia, tinha sido em 1996, quando oito pessoas morreram numa expedição. Este episódio motivou o montanhista e escritor norte americano John Krakauer a escrever o best seller "No ar rarefeito" que descreve bem o funcionamennto das expedições comerciais e a transformação do Everest num destino turistico massificado.

Leia mais:

:: Sherpas reclamam melhores salários para continuar

:: Pelo menos 14 montanhistas morrem após avalanche no Everest

Publicidade:


Publicidade

Publicidade