Mostra sobre o ambientalista Reinhard Maack é exibida no Centro Politécnico em Curitiba - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Ambientalista, Geógrafo e montanhista

Mostra sobre o ambientalista Reinhard Maack é exibida no Centro Politécnico em Curitiba

Maack foi quem descobriu que o Pico Paraná era a montanha mais alta do estado e foi quem motivou a primeira ascensão à montanha. Foi um brilhante geocientista e ambientalista pioneiro.

Fonte: UFPR

Vinte e cinco fotografias em preto-e-branco e um vídeo telecinado de filmes em 16 milímetros, feitos pelo ambientalista alemão Reinhard Maack – que previu o futuro ambiental no Paraná e interior do Brasil – são apresentados pela UFPR à comunidade universitária e população em geral. O público interessado em visitar a mostra “Reinhard Maack – o Visionário Ambiental”, deve se dirigir ao hall do Edifício Prof. João José Bigarella, no Campus do Centro Politécnico em Curitiba PR.
 
Ao ter contato com as fotos e vídeos que integram a Mostra, os visitantes poderão conhecer parte da trajetória profissional desse ambientalista alemão, que se fixou no Paraná em 1926. Em 1959 Maak previu os riscos da erosão no solo paranaense, bem como a mudança climática que seria provocada pela devastação das florestas brasileiras. É considerado o primeiro naturalista paranaense.
 
 Os coordenadores do evento são os  professores Francisco Mendonça e Eliane Dumke, do Departamento de Geografia da UFPR. A Mostra estará aberta à visitação até o dia 10 de dezembro próximo.  Os professores, ressaltam a importância do material exibido, pela contribuição que deu aos estudiosos da área. Os docentes do Setor de Ciências da Terra lembram, também, da atuação de Reinhard Maak como professor da Universidade Federal do Paraná.
 
 O consultor ambiental Alessandro Casagrande abriu a Mostra com a palestra “Trajetória de Reinhard Maack (1892-1969): geólogo, geógrafo, paleontólogo e aventureiro alemão”. No encontro ele falou sobre o processo de recuperação desse acervo, realizado em 2000, e que contou com o auxílio de familiares do ambientalista. Casagrande ressaltou que foram reunidas mais de três mil fotos e quinze horas de filmagens em películas de 16 milímetros, produzidas por Maak em viagens pelo Paraná e interior do Brasil. A Mostra é itinerante.
 
Maack foi quem descobriu o Pico Paraná era a montanha mais alta do estado e foi ele quem incentivou a primeira ascensão à montanha, realizada no ano de 1942. Ele também mediu a altitude do Marumbi e outras montanhas.
 
 

Publicidade