Alpinistas foram seqüestrados na Turquia - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Montanhismo

Alpinistas foram seqüestrados na Turquia

Os montanhistas foram seqüestrados por militantes do PKK quando escalavam o Monte Ararat, na província de Agri, Turquia.

Fonte:

Três montanhistas alemães foram seqüestrados nesta quarta-feira por rebeldes curdos quando realizavam uma expedição às montanhas da zona oriental da Turquia.

Segundo as informações, cinco guerrilheiros chegaram ao acampamento dos alemães e tomaram os alpinistas como reféns.

Conforme o governador da província de Agri, Mehmet Cetin, os seqüestradores afirmaram que "estavam cometendo esta ação devido às últimas operações do governo alemão contra as associações e simpatizantes do PKK".

O governador disse que os seqüestrados, que faziam parte de uma expedição de 13 montanhistas alemães, tinham pedido permissão ao Ministério de Exteriores turco para subir o Ararat e haviam chegado a Agri há três dias.

O grupo estava no acampamento base, a 3.200 metros de altura, na montanha mais alta da Turquia, com mais de 5.100 metros.

Segundo Cetin, o grupo de guerrilheiros era composto por cinco homens do PKK. Estes levaram três alpinistas, liberando os outros para retornaram a Agri.

As forças de segurança turcas lançaram uma ampla operação para tentar encontrar os seqüestradores, porém sem resultado até agora.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade