Elas escalam, eles dão segurança

0

Pois é! Foi isso mesmo que aconteceu no “Girls Petzl Rock Trip 2008”, que ocorreu no passado Sábado, dia 4 de Outubro, na Serra da Azóia.


Um original encontro que veio a tornar-se no maior de escalada de Portugal.

O evento contou com cerca de 160 participantes, 80 raparigas e 80 rapazes, que desta vez fizeram o papel de “chicos gri”.

Durante um fantástico dia de sol nas barbas do Oceano Atlântico, a escola de escalada da Azóia encheu-se de escaladores. A motivação esteve em alta e a comprová-lo estiveram as múltiplas vias de escalada, que nunca em tão curto espaço de tempo foram tocadas por tão grande número de mãos cobertas de magnésio.
Houve ainda uma competição de escalada feminina, com direito a muitos prémios.

Como não podia deixar de ser, o evento desportivo deu posteriormente lugar ao típico jantar convívio, ao qual se seguiu uma mega festa que durou até de madrugada.

Aqui ficam alguns comentários de participantes:

  • “Florzinhas no cabelo, um vestido e uma cabeleira azul, rocha, sol, expresses nas vias, fanatismo, bom ambiente, cerveja, (muita) gente, (muitos) prémios, vitela estufada, uma competição com uma esferográfica, uma casa abandonada com um corredor cuja largura é da altura das pernas, um gerador, máquina de imperiais, um fogareiro, um sistema de som, um DJ… há dois tipos de escaladores. os que foram e os que não foram ao girls petzl rock trip.”
  • “Vinha por este meio congratular todos os organizadores deste belo encontro! Estava tudo bueníssimo!”
  • “Pessoal o encontro foi brutal, gostei muito, queria felicitar a organização, porque correu tudo muito bem!
  •  Queria agradecer ainda ao Pujan a sandes de presunto e queijo! Os parabéns aos vencedores!”
  • “Queria deixar aqui a opinião de alguém que não gosta nadinha de escalar em falésias (tipo… eu):

O Girls Petz Rock Trip 2008 foi um sucesso!

Parabéns a todos os que nos proporcionaram este dia, em especial à Isabel!”

Compartilhar

Sobre o autor

Daniela e Paulo - Colunistas

Daniela Teixeira e Paulo Roxo é uma dupla portuguesa que pratica escalada (rocha, gelo e mista) e alpinismo. O que mais gostam? Explorar, abrir vias! A Daniela tem cerca de 10 anos de experiência nestas andanças e o Paulo cerca de 25. A sua melhor aventura juntos foi em 2010, onde na cordilheira de Garhwal (India - Himalaias), abriram uma via nova em estilo alpino puro na face norte da montanha Ekdante (6100m) e escalaram uma montanha virgem que nomearam de Kartik (5115m), também em estilo alpino puro. Daniela foi a primeira e única portuguesa a escalar um 8000 (Cho Oyu). O Paulo é o português com mais vias abertas (mais de 600 vias abertas, entre rocha, gelo e mistas). Daniela é geóloga e Paulo faz trabalhos verticais. Eles compartilham suas experiências do velho mundo e dos Himalaias no AltaMontanha.com desde 2008. Ambos também editam o blog Rocha Podre, Pedra Dura (rppd.blogspot.com.br)

Comments are closed.