Feliz Ano de 2009

0

Reflexões de fim de ano


Ontem, 28/12, eu, o Elcio e o Mikael subimos até o cume do Tucum na serra do mar paranaense sob um calor de 40ºC. A rampa final do Camapuã estava infernal com sol abrasador e pouca brisa. Foi um recomeço para mim que estou afastado das montanhas há algum tempo devido ao excesso de trabalho, mau tempo (foram 14 finais de semana com chuva) e problemas de saúde que terminaram na mesa de cirurgia. Confesso que temi não conseguir acompanhar o ritmo dos companheiros que sem dúvida estavam em melhor forma física. Mas foi um passeio maravilhoso em que não senti nenhuma dor e meus companheiros não me deixaram sozinho em momento nenhum.

No cume do Tucum nos acomodamos sentados sobre uma pedra com os pés balançando no vazio aproveitando a sombra de uma nuvem providencial e a suave brisa que ela trouxe consigo. Ao longe víamos os cumes do Pico Paraná e do Ciririca lutando com as nuvens que cobriam o litoral enquanto nos dedicávamos a algumas reflexões.

O Elcio teve um ano espetacular a começar pela sua escalada em solitário ao Aconcágua e o Mikael havia realizado sua tão sonhada travessia Bairro Alto – Graciosa, foi realmente um ano de vitórias para todos e estávamos ali celebrando o companheirismo, dividindo a comida e a pouca água de que dispúnhamos. Alimentando a sanha feroz dos mosquitos lamentamos a ausência do Paulo Marinho e do José Pioli que por tantos anos dividiram conosco aquela paisagem e desejamos de coração que os dois se juntem a nós nas aventuras que virão com o ano novo.

Também não poderíamos esquecer-nos de Deus naquele momento e de sua misericórdia conosco. Para nós é inimaginável um montanhista ateu. Alguém que tem o privilégio de ver o mundo das alturas, bivacar sob o manto das estrelas, caminhar dias por dentro da selva e beber de um riacho cristalino é de alguma forma um escolhido, esteja ou não consciente disto.

Demoramos-nos o quanto pudemos e depois iniciamos o retorno. Não subimos até ali em desafio a coisa alguma, saímos de Curitiba as 11:30 horas e caminhamos por uma trilha por demais conhecida a todos. Subimos até este cume apenas pelo prazer da caminhada, celebrando nossa amizade e agradecendo ao criador por nossas vidas.

A todos os escolhidos desejo um ano de 2009 repleto de vitórias e que nunca lhes faltem um companheiro (a) para a mais ousada das aventuras – viver intensamente.

Compartilhar

Sobre o autor

Julio Fiori - Equipe AM

Julio Cesar Fiori é Arquiteto e Urbanista formado pela PUC-PR em 1982 e pratica montanhismo desde 1980. Autor do livro "Caminhos Coloniais da Serra do Mar", é grande conhecedor das histórias e das montanhas do Paraná.

Comments are closed.