180 anos da conquista da Pedra do Sino

0

A Pedra do Sino é a montanha mais alta da Serra dos Órgãos, uma das principais cadeias de montanha brasileira, tanto por sua importância na história do montanhismo, quanto por sua beleza cênica ímpar. Hoje ela é protegida pelo parque nacional que leva seu nome.

George Gardner.

A primeira vez em que uma pessoa chegou ao topo da Pedra do Sino que se saiba foi em abril de 1841. Feito realizado pelo botânico escocês George Gardner, numa típica ascensão motivada por objetivos científicos que foi uma marca do montanhismo europeu no principio daquele século, motivados principalmente pelo príncipe alemão Alexander Von Humboldt.

A Serra dos Órgãos, que é avistada desde o porto do Rio de Janeiro, já despertava o interesse de viajantes estrangeiros. Porém naquela época, em pleno império, nosso país ainda não recebia muitos estrangeiros viajantes. Gardner teve a chance devido à proximidade diplomática entre o governo brasileiro e o britânico, que desde 1808, com a vinda de Dom João VI a nosso país, tinha seus portos abertos à Inglaterra.

A expedição de Gardner só foi possível após a ajuda de um colonizador de mesma nacionalidade do pesquisador naturalista. O inglês George March, que tinha negócios no Brasil, cedeu cerca de 100 escravos que ajudou Gardner na logística e abertura de trilhas pela mata virgem.

George Gardner, nos 5 anos em que esteve no Brasil, colecionou cerca de 60.000 plantas para museus da Inglaterra. Além dele ter explorado o interior do Rio de Janeiro, ele também esteve no sertão nordestino, em locais onde poucos europeus visitavam na época.

Gravura de 1841 mostrando a Serra dos Órgãos à época da expedição de Gardner.

Gardner faleceu 8 anos depois da escalada da Pedra do Sino, quando morava no Sri Lanka e era diretor do Jardim Botânico de Neura Ellia.

Hoje a trilha aberta por Gardner em 1841 é uma das mais famosas do Brasil, sendo parte da famosa travessia Petrópolis x Teresópolis, que só foi aberta na década de 1930, portanto quase 100 anos depois da conquista da Pedra do Sino.

Pedra do Sino Hoje: 1 – Cume da Pedra do Sino; 2 – Local onde é feito o segundo rapel e onde fica o cabo de aço para o retorno; 3 – Cume do Garrafão. Registro feito da Travessia Petrópolis x Teresópolis

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário