Amigos fazem campanha em prol do Sr. Maeda, guardião da Serra da Mantiqueira

3

No último sábado, Hideki Maeda, o Sr Maeda personalidade conhecida da Serra da Mantiqueira sofreu um grave acidente doméstico e teve 63% do corpo queimado. Ele foi levado para o hospital de Itajubá onde segue internado na Unidade de Tratamento Intensivo. De acordo com familiares, ele está se recuperando e estável. Todavia, acredita-se que a recuperação dele deve levar cerca de três meses.

Sr. Maeda apresentando a região para os visitantes.

A casa onde ele residia com a família pegou fogo. Ele entrou no local para ajudar a nora e os netos que estavam dentro da residência e foi surpreendido por uma explosão. Além dos ferimentos, a família também sofreu um prejuízo com o incêndio e terá mais gastos com o tratamento do Sr. Maeda.

Atualmente, o Sr. Maeda está com 80 anos e é considerado um dos grandes guardiões da Serra da Mantiqueira. Originário de Nagazaki, no Japão, ele se estabeleceu na Mantiqueira a mais de 50 anos, onde passou a vida se dedicando a preservação das montanhas e ao montanhismo. Assim, ele participou da abertura de trilhas clássicas como a travessia Marins / Itaguaré e a famosa travessia da Serra Fina. O Sr. Maeda também foi o responsável pela abertura e sinalização da trilha do Marinzinho.

Entretanto, nos últimos anos ele podia ser encontrado facilmente em sua casa na base do Marinzinho, onde também criou o Museu Histórico do Montanhismo Maeda e CEC. Nesse recanto, ele e sua família recebiam e auxiliava turistas e montanhistas da região.

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

3 Comentários

  1. Avatar

    Pessoal, recebi essa mensagem de uma conhecida que é amiga da família do Sr Maeda, favor ler a mensagem dela: “somos amigos Daniel, filho do Sr. Maeda, falei com ele agora e eles pedem para não fazer depósitos em dinheiro, o prejuízo financeiro é pequeno. O que eles pedem é oração pela vida do Sr. Maeda, ele está intubado na UTI de Itajubá. Vamos rezar pela recuperação dele”.

    Ou seja, a familia pede para parar com as doações e apenas rezar pela saúde do Sr Maeda.

  2. Avatar
    Karoly j Gombert em

    Parei um vez no Sr. Meada há muitos anos atrás. Fui muito bem recebido ele deu uma boa explicação do seu trabalho.
    Lamento muito o que aconteceu com ele é fiz uma pequena doação de coração.
    Espero que ele saia dessa restabelecido e sem sequelas.

Deixe seu comentário