Argentina volta a receber turistas gradativamente

0

A Argentina voltou a receber turistas vindos dos países vizinhos nessa última sexta-feira (30/10). Todavia, a entrada no país só será permitida por avião, via Aeroporto de Internacional Ministro Pistarini, localizado na região de Buenos Aires. Os turistas também deverão permanecer nessa região nesse primeiro momento de reabertura. Não será necessário fazer quarentena, entretanto, é obrigatório a apresentação de  seguro médico que cubra atendimento por coronavírus e resultado de exame PCR negativo realizado até 72 horas antes da chegada a Buenos Aires.

:: Leia também: Argentina reabrirá fronteiras para países vizinhos

Argentina volta a receber visitantes

O governo argentino pretende fazer um teste com essa reabertura gradual para os países vizinhos como Brasil, Uruguai, Paraguai, Chile e Bolívia. Por enquanto, não será permitida a entrada de visitantes oriundos da Europa. De acordo com o boletim oficial, o turismo é uma das atividades mais afetadas pelo fechamento das fronteiras. Por isso, foram tomadas “medidas que permitam a implementação de um “teste piloto” para a retomada do turismo receptivo na República Argentina, limitando os países de origem e possibilitando a adoção de outros medidas conducentes à mitigação do risco sanitário no seu desenvolvimento”.

Segundo a Inprotur, órgão oficial do turismo da Argentina, a expectativa é que 100 mil brasileiros visitem o país nos próximos meses. Entretanto, os visitantes devem se manter atentos, pois além das regras para entrar no país, a Argentina continua em quarentena até o próximo dia 08/11. Em Buenos Aires, há uma flexibilização com a abertura de bares e restaurantes com a capacidade limite de 25% e a visita de museus com pré agendamento. Lojas e shoppings já voltaram a funcionar normalmente, todavia o uso de máscara mesmo em locais ao ar livre é obrigatório.

Já os montanhistas aguardam a liberação das províncias onde estão localizadas as montanhas. Até o momento, apenas o Parque Provincial do Aconcágua definiu as regras de visitação. Todavia, só serão permitidas visitas de trekking de até um dia, o que inviabiliza as expedições de escalada.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário