Camalot C4 #21, verdade ou mentira?

0

Hoje, 1 de abril de 2020, um equipamento inovador foi lançado pela Black Diamond e tomou as redes sociais dos escaladores. Porém, como é o dia da mentira, muita gente suspeitou da mais nova invenção da marca. Mas será verdade ou uma brincadeira o lançamento do Camalot C4 #21?

Honnold testando o novo equipamento.

Escalar chaminé é o pior pesadelo para muitos escaladores mundo afora. Até mesmo o famoso atleta da escalada Alex Honnold diz não ser fã do estilo. Todavia, ele não nega que é preciso escalar algumas enfiadas assim para concluir algumas escaladas. “Muitas das vias mais clássicas do mundo, como o Freerider (VI 5.13a) em El Cap, ou as grandes torres do deserto têm enfiadas com fissuras hediondas guardando o cume”, diz Honnold.

Assim, para tornar a escalada nas temidas chaminés mais tranquilas psicologicamente, Honnold procurou a Black Diamond para desenvolver um novo projeto. A marca já desenvolve equipamentos para escalada como cadeirinhas, lanternas, mosquetões e outras proteções móveis e tem um grande Know-how em atividades outdoor e de escalada.

“Quando Honnold tem um problema, nós o resolvemos. E este foi um projeto particularmente desafiador”, declarou Kolin “KP” Powick diretor de escalada da BD. Então a marca em parceria com o escalador desenvolveu o maior Camalot do mundo, o Camalot C4 #21.

Reunião da equipe BD com atletas para desenvolver o Camalot #21

Já esta a venda?

No site da marca é possível ver a descrição do produto que conta inclusive com detentor de gatilho desenvolvido no ano passado para os novos C4. E ainda possui design de eixo duplo e haste do cabo contínuo C-Loop. Também há um link para comprar a edição limitada do novo Camalot #21, por um pouco mais de 2 mil dólares.

Além do equipamento móvel também há uma edição limitada de camisetas Tame the Monster Tee. Os lucros obtidos com a venda das camisetas e equipamento no mês de abril serão doados para o Access Fund. Uma organização não governamental que busca preservar e manter abertas as áreas de escalada.

Transportando o maior Camalot do mundo.

Entretanto, ao clicar para comprar recebemos a mensagem de que não há esse produto no estoque. Assim, a dúvida continua. Será uma brincadeirinha? Realmente uma edição limitada? Uma campanha para arrecadar fundos em prol da Access Fund? Ou as três coisas juntas? Infelizmente, tanto para escalar, como para saber a resposta exata, teremos que aguardar alguns dias.

Sabemos que o Camalot #21 existe e já foi testado, como pode ser visto no vídeo abaixo. Mas , se ele entrará para o mercado como uma solução para as temidas chaminés ainda não temos resposta.

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário