Escalada K2 Invernal temporada 2020/2021

2

Enquanto no Brasil enfrentamos temperaturas super quentes nesse verão, os alpinistas que pretendem chegar ao topo do K2 Invernal  pela primeira vez lutam para sobreviver com temperaturas negativas de -50 graus. Todavia a boa notícia é que um quarteto formado por escaladores nepalês conseguiu chegar a altitude máxima já alcançada durante um inverno nessa montanha. Eles montaram o acampamento 4 a 7800 metros de altitude, se igualando ao recorde de Denis Urubko em 2003.

Alpinistas desafiam ventos no K2 nesse inicio de ano.

Mingma Gyalje Sherpa, Mingma David Sherpa, Mingma Tenzi Sherpa e Sona Sherpa pertencem a duas equipes diferentes e precisaram utilizar oxigênio para chegar a essa altitude. Eles também foram os primeiros a montar o acampamento 3 e os responsáveis por consertar e fixar as cordas até 7600 metros de altitude.

Sergi Mingote e Juan Pablo permaneceram no Acampamento 3 instalado a 7.350 metros de altitude. De acordo com eles o vento esta dificultando muito a subida, mas estão felizes com a aclimatação. Estamos muito, muito, muito felizes. Alcançamos mais alto do que poderíamos sonhar para o processo de aclimatação. Mas nos sentimos tão bem que queremos continuar sonhando com o cume”, disse Mingote.

John Snorri e sua equipe chegaram até a base da pirâmide Negra, porém não conseguiram ultrapassa-la. Assim, ele preferiu permanecer acampado em sua base. Já Tamara Lunger e Alex Gavan preferiram ficar no C2 Alto.

Um grande Serac suspenso é o próximo desafio a ser enfrentado antes de chegar ao cume.

Vento destruidor

Além das temperaturas extremamente baixas, os escaladores também estão enfrentando ventos com velocidade de furacão. No final da última semana, Nirmal Purja e sua equipe tiveram seu acampamento alto destruído pelos ventos. Eles perderam muitos equipamentos e precisaram reorganizar a expedição como narrou Purja em sua rede social.

Nossa equipe atingiu C2 hoje e era um local em ruínas . Descobrimos que nossas duas barracas e todo o equipamento que havíamos deixado lá para o ataque ao cume foram destruídos e explodidos. Perdemos tudo, inclusive nosso equipamento: sacos de dormir, isolantes, palmilhas térmicas, luvas e mangas, camadas superiores, equipamentos de parapente, utensílios de cozinha, etc. Estou arrasado por dar essa notícia. Agora, temos que reconsiderar e replanejar tudo”.

Acampamento 2 destruído pelos ventos nesse K2 Invernal.

Evacuações 

Apesar das atenções estarem voltadas para a escalada e a montanha, três evacuações aéreas já foram realizadas nessa temporada. O polonês, Waldemar Kowalewski, que estava sofrendo com uma  hérnia e um sherpa não identificado que sofreu congelamentos, precisaram ser removidos em 03/01.

No ultimo dia 12/01 foi a vez do braço direito de Sergi Mingote, o alpinista Carlos Garranzo, ser removido após apresentar dores na região dos rins. Além das dores, Garranzo também teve desidratação causada pelos vômitos e uma grande dificuldade de recuperação devido ao frio intenso. “Tristeza geral: Carlos tem que ir. Ele está lutando contra a dor de estômago há dias. Não tínhamos certeza do que estava acontecendo com ele, mas depois de sua primeira rotação tudo foi desencadeado. Já fazia vários dias que estava bem, estava até muito otimista porque hoje devia ter saído para a primeira rotação, e disse que finalmente ia “recuperar o atraso”. Mas, novamente, ontem à noite,uma dor intensa, desta vez na região dos rins, não o deixou descansar um minuto”, relatou Mingote.

 

 

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

2 Comentários

  1. Avatar

    O grande Sergio Mingote caiou na decida do K2 e faleceu D.E.P.
    MINGOTE tinha 10 escaladas a cimas de mais de 8.000 metros e mais de 20 a cimas de 6.000 metros.
    Un grande Alpinista Español.
    MIGUELITO ( Ex socio fundador junto ao grande GIOBBI do CAP ).

Deixe seu comentário