Mais dois montanhistas se juntam na corrida pelo cume do k2 invernal

0

também Os montanhistas europeus Alex Gavan e a Tamara Lunger chegaram a Islamabade no Paquistão e também tentarão chegar ao cume do K2 invernal. Assim, Tamara pode ser a primeira mulher a conseguir um cume de 8 mil metros invernal. Os dois apostam numa logística sem oxigênio.

Gavan e Tamara já estão a caminho de Skardu.

“Esse desafio é ainda maior porque não estamos usando oxigênio suplementar. Escalar com oxigênio é enganar – 8.000 m com oxigênio é como 3.500 m sem” afirmou Gavan.

Tanto Gavan como Tamara já estiveram no cume do K2. Tamara chegou ao topo da montanha mais perigosa do mundo no verão de 2014 sem o uso de oxigênio complementar. Todavia, além do K2 ela escalou apenas mais uma montanha de 8 mil metros. “Eu poderia ser a primeira mulher na história a completar um pico de inverno”, diz a escaladora esperançosa em uma entrevista para BBC.

“Durante semanas pensei neste projeto, tentando entender se era o meu caminho, o meu desejo real. Pensei muito e liguei para o Alex Gavan que imediatamente me disse que já sabia o motivo da minha ligação: é a proposta de subir ao K2 no inverno. Fiquei impressionada com essa harmonia imediata e então confirmei minha escolha”, revelou a escaladora. Ela conta também que a quarentena mudou a maneira dela pensar e pediu o apoio de seus amigos e seguidores.

Já Gavan é mais experiente e possui sete cumes de 8 mil metros em seu currículo. “Tenho um pressentimento muito bom sobre esta expedição. Sinto que este é o momento certo, com a parceira certa para fazer isso”, disse Gavan.

K2 visto desde o acampamento base. Foto: Alex Gavan

Os perigos

Apesar de confiantes, os dois estão cientes dos riscos que irão enfrentar. “Não importa quem você é. Também não importa a sua experiência. Não importa o quanto você esteja em forma. Este é simplesmente nosso limite biológico”, diz Gavan. “Não acho que você possa se preparar. Se você der um passo errado, é uma queda vertical de cerca de 3.000 m até a fenda e a geleira abaixo”, completa Tamara.

Assim lista de montanhistas que pretendem chegar ao cume do K2 nesse inverno só aumentam. Montanhistas como Sergi Mingote, Juan Pablo Mohr, Arnold Coster e Nirmal Purja já estão a caminho da montanha da morte.

Leia também: Começam os preparativos para escalada do K2 Invernal

Gavan e Tamara começarão a caminhar no Natal e acreditam que conseguirão chegar ao acampamento base na virada do ano. Um grupo de 24 montanhistas do mundo todo já confirmaram presença nessa montanha entre os meses de dezembro e fevereiro. Todavia, outros montanhistas alertam que quando mais cheio, maiores as chances de haver um acidente e até mesmo mortes.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário