Nepal autoriza a primeira expedição estrangeira após pandemia

0

O Nepal é um país muito procurado por montanhistas do mundo todo. Eles buscam aventuras e escaladas nas inúmeras montanhas do Himalaia da região. Todavia, esse ano o país fechou as suas fronteiras para os visitantes devido a pandemia de Coronavírus.

O Monte Manaslu será o destino da equipe.

Príncipe do Bahrein, Sheikh Nasser Bin Hamad Al Khalifa

A primeira expedição estrangeira no Nepal, nesse outono, será liderada pelo príncipe de Bahrein, Xeique Nasser Bin Hamad Al Khalifa. Junto a ele estarão mais dezoito membros da Guarda Real do pequeno país localizado no Golfo Pérsico. Amanhã (15/09), chega ao país os integrantes da equipe, entretanto, o grupo que pretende escalar o Manaslu com 8,163m, terá que seguir novas regras.

De acordo com os sites de notícias nepaleses, a equipe contará com o apoio de uma agência nepalesa e antes de qualquer atividade no país, eles ficarão isolados em um hotel por uma semana. Em seguida, eles viajarão de helicóptero até o Lobuche East (6.119m) onde farão a aclimatação, e depois seguirão para o Manaslu.

Como contrapartida, a equipe de montanhistas doará um suprimento de alimentos, incluindo arroz para a comunidade Sherpa.

Outras expedições extrangeiras

A reabertura do Nepal prevista para setembro foi adiada por conta do crescimento no número de contágios no país. Todavia, as agências continuam solicitando permissões de escalada bem como há inúmeras reservas para grupos de trekking.

Até o momento, não há indicações de quando o Nepal voltará a receber turistas. Entretanto, com a expedição do príncipe de Bahrein, acredita-se que o governo irá anunciar um protocolo sanitário em breve, bem como a abertura dos trekking ainda esse ano com limitações.

O Nepal já esta recebendo nepaleses residentes em outros países, diplomatas e suas famílias. Para isso, eles devem fazer testes negativos de PCR obrigatórios antes do embarque e terão que ficar em quarentena por uma semana em hotéis de Kathmandu.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário