Nepal libera entrada de turistas vacinados sem quarentena

0

O Nepal localizado no coração do Himalaia é um dos destinos favoritos de trekkers e montanhistas do mundo todo. Lá se encontram algumas das maiores montanhas do mundo como o Everest, Lhotse, Annapurna entre outras. Desde o início da pandemia de Coronavírus em 2020, o país vem sofrendo prejuízos com as restrições de entrada para estrangeiros. Assim, o governo esta estudando algumas alternativas para retomar o turismo.

O trekking ao Acampamento Base do Everest é um dos mais procurados no Nepal. Foto: Fabiana Passos

No início desse ano, o governo nepalês decidiu reabrir as suas fronteiras para tentar reaquecer o turismo no país. Todavia, a entrada de estrangeiros só é permitida com algumas restrições como apresentação de resultado negativo para o teste de PCR e seguro de pelo menos US $ 5.000, por pessoa, contra a Covid-19.

Isso fez ter uma grande queda no número de visitantes. De acordo com o Kathmandu Post, o Nepal recebe apenas 9 mil turistas em janeiro e 9146 visitantes em fevereiro. Isso equivale a uma queda de 87,6% m relação a 2020, antes das fronteiras serem fechadas.

:: Conheça também os pré-requisitos para escalar o ponto mais alto do mundo no texto: Everest sem fotos!

Outra restrição que tem afastado os turistas é a quarentena mínima de sete dias em Kathmandu, na qual os estrangeiros não podem sair de seus quartos de hotéis. Isso inviabiliza a viagem e faz com que muitos turistas adiem a sua ida ao Nepal. Assim na última quinta-feira, o ministério do turismo apresentou uma proposta para remover a obrigatoriedade de quarentena para turistas que já receberam as duas dose das vacinas contra o Coronavírus.

“Tornaremos os detalhes públicos assim que recebermos a cópia da decisão”, disse Taranath Adhikari do ministério do Turísmo. “Pela proposta, o turista que vem ao Nepal deve apresentar documentação ou cartão que comprove a vacinação”, completou. Todavia, ainda não está claro em que momento os turistas deverão comprovar que receberam as doses de vacina.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário