Resultados da busca: Pico Ibitirati (46)

Colunistas
Morro do Bico Torto
Por

Na escalada do Pico X chamei a atenção do grupo para a silueta aguda do Morro do Bico Torto no esporão litorâneo ao sul da Torre da Prata, e no cume do Boa Vista aquela imponente formação rochosa voltou a me seduzir. Tratei de identificá-lo na carta planialtimétrica entre o Morro da Furna e o Morro Alto, numa cumeada paralela a rodovia PR508 (Alexandra-Matinhos) com acesso pelo quilômetro 20, onde nasce uma antiga e abandonada estrada rural rumando para o meio da serra na direção oeste.

Notícias
Paramontanhismo na Serra do Mar paranaense com Rafael Wojcik
Por

Todo montanhista “forjado” ma serra do mar paranaense olha com muito respeito a imponência do conjunto de montanhas da Serra do Ibitiraquire onde estão montanhas como o Caratuva, Itapiroca, Pico Paraná, Ferraria e outras. Este conjunto de montanhas constituí um grande desafio para montanhistas de primeira viagem e é considerado uma caminhada “considerável” para montanhistas mais experientes, já que para acessar seus cumes não caminha-se menos que 2 horas em média.

Colunistas
Morro do Sacy
Por

O Jamil Cachorrão não se destacava pela sutileza, era turrão e determinado prá além da conta e raramente se contentava com objetivos fáceis. Foi assim com a Crista do Ferraria que já havíamos enfrentado anos antes, mas entre subir no peito e abrir uma picada existe grande diferença. Por detrás de uma couraça protetora existia uma alma frágil na sua incessante busca por calor humano, tinha prazer em dividir suas emoções com quantos se interessassem nelas. Abrir uma picada naquela quiçaça do inferno e equipar com cordas fixas os lugares mais expostos demonstra claramente um desejo consciente de compartilhar dos caminhos com todos, independente de nível técnico. Bastava vontade e entusiasmo para enfrentar o perrengue que ganhava o direito de participar da brincadeira e desfrutar de vistas inusitadas.

Aventuras
Travessia Alpha-Crucis, dia 3
Por

30 de Junho de 2012, sábado 5h – O ventou soprou forte a noite toda. Talvez o barulho que fazia, tivesse acobertado os gemidos de dor do Jurandir. Ou talvez a dor tivesse passado. Em meio a estas hipóteses, ainda havia um medo maior que era melhor nem cogitar. Na tenda de bivaque, condensou água de ambos os lados, e cada vez que dava uma rajada de vento, sacudia toda ela em cima de mim. Estava com a boca seca, e muita sede. Decidi tirar proveito de situação, lambendo a lona. O resultado do procedimento acabou superando as expectativas. Ao ver que até a vegetação estava completamente seca, conclui que pelo menos pra alguma coisa serviu aquela tenda, alem de me molhar a noite toda.

Aventuras
A 3º placa do Ciririca
Por

Em 2003, quando descia as encostas vertiginosas do Ibitirati, inaugurando a Face Leste do Pico Paraná, algo me chamou a atenção. Uma pequena figura geométrica, retangular, brilhante, ao longe. Lembrava algo familiar, e observando mais cuidadosamente, notei com espanto ser parecida com as insólitas placas do Ciririca – Mas que diabos é isso? – Me perguntei.

Colunistas
O DNA das Travessias
Por

Uma travessia é coisa fisicamente muito simples, basta iniciar a caminhada em um ponto qualquer do mapa e terminá-la em outro, preferencialmente bem distante do primeiro, mas montanhismo não é um esporte qualquer. Montanhismo é antes de tudo uma filosofia e então as coisas se complicam. Aos que discordam aconselho parar esta leitura e investir suas energias na Corrida de Aventura.

Colunistas
Travessia solitária
Por

A Serra do Ibitiraquire entrou na minha vida através de uma pequena matéria na antiga revista Aventura Jah de Sergio Beck, pois até então eu nem sabia que o Paraná tinha montanhas… De certa maneira, o Estado que abriga o Marumbi (uma serra pouco mais ao Sul do Ibitiraquire) e uma das mais ricas culturas do montanhismo é fechado e divulgar suas belezas e seus encantos foi durante muito tempo algo proibido…

Colunistas
O Retorno do PassadO
Por

O montanhismo no Paraná é rico em história e a tradição remonta da época de Carmeliano e dos pioneiros, passa por Stamm, Gavião e os gloriosos conquistadores dos cumes ainda virgens e vai adiante na geração dos simpáticos incentivadores que ainda estão entre nós representados pelas emblemáticas figuras do Farofa e do Vitamina. É do Vitamina a iniciativa de divulgar as aventuras em nossa serra através de sua saudosa coluna na Gazeta do Povo que inspirou o Altamontanha a criar o “Sua Aventura”.