Príncipe do Bahren chega ao cume do Manaslu

0

A equipe de alpinistas formada pela Guarda Real do Bahrein e o Príncipe Nasser Bin Hamad chegou ao cume do Monte Manaslu na manhã de hoje, 15/10. Essa foi a primeira montanha de oito mil metros escalada no Nepal esse ano, e provavelmente deverá ser a única.

Monte Manaslu

A expedição também é a única que chegou a um oito mil em 2020 que não é formada apenas por cidadãos chineses. Além dos alpinistas do Bahrein, também participaram dessa expedição três escaladores europeus que vivem no Nepal e a equipe de Sherpas nepalesa.

Entretanto, para escalar o Manaslu, a equipe do Bahrein precisou de uma autorização especial e passou por um rígido protocolo de segurança contra o Covid-19. Assim, além de apresentar um teste negativo para o Corona para entrar no país, eles também ficaram em isolamento em um hotel por uma semana. Para aclimatar, eles foram até o Lobuche East. Todavia o deslocamento até a base da montanha foi feito de helicóptero, para evitar um contato maior com as populações.

Príncipe do Barhein sendo escoltado por guarda no início da expedição.

“Quatorze membros da equipe de expedição, incluindo um membro da família real do Bahrein, chegaram ao topo do Monte Manaslu às 7h10 em horário local”, disse Meera Acharya, do Departamento de Turismo (DoT).

Todavia, a escalada  desse oito mil é para ser uma preparação para a escalada do Monte Everest na próxima primavera que vai de março a junho no hemisfério norte.

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário