Recorde no Cerro Plata: Ascensão em 6h21min ida e volta

0

O Cerro Plata, montanha de 5935 metros de altitude, localizada em Mendoza, Argentina, é um destino tradicional de andinismo e vem se sendo cada vez mais conhecida e frequentada por brasileiros.

Cordón del Plata visto de Mendoza.

Uma expedição à esta montanha andina leva em média 10 dias, pois a quase 6 mil metros de altitude, o montanhista precisa se aclimatar, ou seja, produzir glóbulos vermelhos e se adaptar às condições de baixa pressão e pouco oxigênio. Porém muitos perguntam. Em quanto tempo seria possível subir e descer até o cume sem precisar se aclimatar?

Federico Mariel

Ascensões relâmpago de um dia tem se tornado comum entre os guias e montanhistas já aclimatados que querem testar seus limites. Não se trata de um desafio fácil, pois desde o local começa a trilha, são 2883 metros de desnível em cerca de 15 quilômetros de trilha. O dobro para ir e voltar.

Em dezembro de 2020, o corredor de montanha argentino Federico Mariel, que desde o começo do ano passado vinha treinando na região, estabeleceu um marco difícil de ser batido.

Saindo da região dos refúgios, em Vallecitos, Federico fez a ascensão do Plata indo e voltando em apenas 6 horas e 21 minutos!

Apenas a título de comparação, 6 horas é considerado um tempo rápido para quem atinge o cume, apenas na ida, para quem começa o ataque ao cume desde o acampamento La Hoyada, o mais próximo do cume, localizado a 4700 metros de altitude. O tempo médio de ida e volta daquele local gira em torno de 10 horas.

VEJA MAIS:

:: Cerro Plata, um campo escola para o montanhismo de altitude.

:: Cerro Plata de forma independente

:: Escalando o Cerro Plata em bate volta no carnaval

:: Guia brasileiro ajuda em resgate nos Andes

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário