Aguiperj comenta acidente fatal no Pico do Quatro no último dia 6 de Agosto

0

Homem caiu mais de 100 metros na manhã de 6 de Agosto no Pico do Quatro, pico que pertence ao maciço da Pedra da Gávea na zona Oeste do Rio de Janeiro.

Acidente no último final de semana que tirou a vida de um homem causou estranheza e provocou discussões na internet após a divulgação de notícias em meios não especializados. Após inúmeras indagações, o guia de montanha Raphael Raine, da Aguiperj (Associação de Guias, Instrutores e Profissionais de Escalada do Estado do Rio de Janeiro) relatou no site da entidade os motivos do acidente que seguem. 
 
Sábado dia 05 de Agosto:
 
Duas pessoas X e Y amigos entraram na trilha em direção ao cume da montanha por volta das 24:00 meia noite para pernoitar no cume pelo acesso via Pico dos Quatro.
Ao amanhecer durante a descida rumo a um platô o cidadão X por volta das 7:30 da manhã opta por uma passagem mais arriscada e não usual em direção ao platô.
 
Cidadão X escorrega e ocasiona uma queda de aproximadamente 100 metros de altura.
 
Consequências: fraturas nas duas pernas e traumatismo craniano que o levaram a óbito no local.
 
Resgate: A equipe do 1 o GSFMA composta pelo Cap. Raphael Freire e os Sargentos Jalmir e Alexandre Pires instrutores do Curso de salvamento em montanha o CSMONT realizaram o içamento de 100 metros através do uso de um sistema de distribuição de forças para retirar o corpo do abismo. A retirada total do local levou 14 horas e toda a operação foi realizado sem auxílio de aeronaves.
 
A equipe foi reforçada por 3 bombeiros do GBS da Barra da Tijuca para a descida pela trilha.
 
Alguns itens são levados em questão para serem analisados:
 
  • O pernoite no local é proibido pelo plano de manejo do Parque Nacional da Tijuca.
  • Na entrada da trilha existe uma placa comunicando que não é permitida a entrada é presença de pessoas no local após as 17 hs.
  • O acesso pelo Pico dos 4 é uma rota alternativa é não oficial de acesso ao cume da Pedra da Gávea .
  • O não respeito às normas citadas acima configura crime ambiental.
 
A AGUIPERJ parabenizar o heroísmo e disposição dos nossos queridos e admirados bombeiros (HERÓIS) pelo trabalho exemplar realizado nesta operação e se orgulha de trabalhar em parceria com estas corporações nossos anjos da guarda na montanha.
 
Sempre aconselhando as pessoas que se interessam e gostam de frequentar o ambiente de montanha, se prepararem com cursos adequados para frequentar a montanha com segurança, ética e responsabilidade.
 
Conhecer, respeitar e acessar as regras de uso da Unidades de Conservação visitadas.
 
"O comportamento de risco e a base de todo acidente"
 
Sua vida vale mais que uma aventura!!!
 
Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário