Batismo de Fogo (e gelo) de Jovani Blume nos Andes

0

O mecânico de carros Jovani Blume, da pequena Roca Sales no Rio Grande do Sul nunca havia visto neve em sua vida até Outubro, mas em Novembro já estava com 5 montanhas de grande altitude em seu breve curriculum de escaladas, todas exclusivas em lugares remotos e inclusive algumas virgens! Conheça sua história:

Escalar montanhas remotas com pouca ou nenhuma ascensão na história, praticando um montanhismo exploratório cada vez mais raro no mundo. Isso parece coisa para pessoas muito experientes não é? Pode até ser, mas um mecânico do interior do Rio Grande do Sul em menos de um mês conseguiu realizar uma façanha: Escalar 5 montanhas nos Andes, das quais 2 eram acima de 6 mil metros (uma delas a segunda ascensão absoluta e por rota nova), três eram virgens e sem nome (uma delas era a mais alta ainda não escalada em toda a cordilheira dos Andes).
 
Tudo isso aconteceu por que Jovani decidiu em 2014 fazer um curso de escalada em rocha com o guia de montanha Pedro Hauck em Curitiba e foi um aluno prodígio. Como Pedro realiza expedições a locais remotos nos Andes com carros 4×4, surgiu um elo entre ele e a oficina de Jovani no Rio Grande do Sul.
 
A grande oportunidade veio em outubro. Pedro estava em uma expedição junto com o famoso montanhista Maximo Kausch, num projeto de escalar montanhas virgens acima dos 5 mil metros no Chile financiado pela "Mountain Everest Foundation", instituição inglesa que patrocina expedições de caráter exploratório e científico. A dupla estava em dificuldade com as aproximações 4×4 que eram muito perigosas para serem feitas num veículo só e foi então que Jovani entrou em cena.
 
Atravessando o norte argentino, Blume foi aos Andes com seu Troller preparado e ajudou a dupla a finalizar o projeto, se antes ele mesmo sofrer com as condições desta temporada na Puna do Atacama. O jipe de Jovani congelou duas vezes e em uma rachou o radiador de óleo e a válvula termostática.
 
Após consertar o veículo, Jovani acabou aproveitando as janelas de bom tempo e fez 5 cumes, são eles:
 
1) Sierra de Aliste (Chile): Montanha remota sem registro de ascensões. 5167 metros
2) Nevado Patos (Chile/Argentina): Montanha com menos de uma dezena de expedições na história com acesso muito remoto. 6288m.
2)  Sierra Nevada (Chile/Argentina): Foi ultima montanha de 6 mil metros a ser escalada nos Andes e o trio realizou a segunda ascensão da história e por rota nova. 6137m.
3)  Cerro Paso Cerrado (Chile): Não havia registro de ascensões, fica em lugar bastatne remoto. 5079m
4) Monte Parofes (Argentina): Era a montanha virgem mais alta dos Andes. Não havia nome e foi assim batizada em homenagem ao Paulo Roberto Felipe Schimdt, o "Parofes"que faleceu de leucemia no ano passado. 5845 metros.
 
Apesar de ser sua primeira experiência e ter escalado montanhas tão complicadas, Jovani foi muito bem e agradou Maximo Kausch que pretende contratá-lo para as próximas etapas de seu projeto de escalar todas as montanhas andinas com mais de 6 mil metros.
 
Veja mais:
 
 
Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário