Patricio Tisalema faz cume no Shishapangma sem aclimatar

0

O montanhista Patricio Tisalema é mais um dos fortíssimos montanhistas Equatorianos. Ontem, dia 4/10, ele chegou no cume do Shishapangma, 14ª montanha mais alta do mundo, em apenas dois dias de ascensão, sem se aclimatar.

Ontem foi um dia que ficará marcado na história das expedições do Shishapangma. Um total de 16 alpinistas, de várias nacionalidades, liderados pelo montanhismo argentino/brasileiro Maximo Kausch, juntaram forças e conseguiram atingir o cume da montanha de 8027 metros, abrindo a rota nesta temporada marcada por temporais, avalanches e terremotos.

Dentre estes montanhistas, chamou atenção o caso de Patricio Tisalema do Equador. Ele já escalou o Everest e o Cho Oyu e atualmente está se destacando por realizar ascensões relâmpagos em montanhas de grande altitude.
 
Tisalema saiu do Acampamento Base Avançado a 5600m no dia 2 e foi direto para o C1 (sem nunca haver estado lá). No dia 3 para o C2, a 7000m (sem também nunca haver ter estado). No dia seguinte bateu para o cume direto, passando pelo C3 a 7450 e se juntando com os demais montanhistas que formaram o grande grande de ataque ao Shisha.

Patricio não realizou aclimatação, ele não tinha sherpas e como afirmado anteriormente, não conhecia a montanha. Segundo ele a chave do sucesso é o treinamento intensivo que ele faz no Equador.
 
O treinador dele, Rafael Martinez, e guia de montanha e tem 53 anos. Partiu para o cume com ele, mas teve uma tosse e ficou para trás.
 
Patricio esta treinando para ir ao Everest no ano que vem. Ele quer ir da base ao cume em 1 dia e sem oxigênio.

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário