Peruano processa gigante alemã de energia por derretimento de geleiras

0

Um agricultor peruano apresentou um recurso na justiça alemã contra a gigante da energia da Alemanha RWE, acusando-a de ser parcialmente responsável pelo degelo dos glaciares nos Andes e de colocar em risco sua cidade, anunciou nesta terça-feira (24) a ONG Germanwatch.

Saúl Luciano Lliuya apresentou o recurso a um tribunal de Essen (oeste de Alemanha), informou em comunicado a organização ambientalista alemã, que apoia a iniciativa.

O agricultor peruano “teme por sua cidade de Huaraz, ameaçada por uma possível onda de inundações”, agregou.

RWE, número dois alemã da energia e maior produtor de carvão da Europa, “produz uma grande quantidade de emissões de CO2, principalmente através de suas centrais elétricas de carvão, o que provoca um aumento da temperatura no mundo, causa o derretimento de geleiras e gera uma ameaça agravada aos bens” de Luciano, explicou sua advogada, Roda Verheyen, segundo a Germanwatch.

O agricultor pede 20 mil euros ao grupo alemão para financiar obras que permitam deixar Huaraz a salvo.

Trata-se da primeira denúncia de uma pessoa afetada pelo aquecimento global contra uma empresa, estimou a Germanwatch.

Ao ser questionada pela AFP, a RWE não fez comentários sobre a informação: “soubemos pela imprensa que a a advogada de Saúl Luciano iniciou uma ação na justiça”, afirmou o grupo.

O tribunal também não confirmou o recurso e explicou são necessários entre dois e três dias para que o sistema informático registre um recurso desse tipo.

Várias inundações têm causado mortes e destruição na região de Huaraz.

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário