Polícia Militar assume patrulhamento de trilhas no Parque Nacional de Tijuca e em Grajaú

0

Unidades de elite do Bope e do batalhão de choque vão treinar na mata.

Após diversos incidentes com assaltos em trilhas do Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro e também no Parque Estadual do Grajaú e um jogo de empurra para ver de quem seria a responsabilidade pelo patrulhamento dos atrativos e acessos destes parques, finalmente foi anunciado que a Polícia Militar irá reforçar a segurança destes lugares.
 
Na semana passada, em reunião com os gestores dos parques, ficou acordado que Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) irão agir de maneira integrada com a Polícia Municipal e que o BOPE e o batalhão de choque irão usar as trilhas para treinamento.
 
Há pouco tempo foi denunciado um aumento significativo de casos de assalto e violência nas duas unidades de conservação. Na Tijuca, houve trilhas fechadas por conta da onda de assaltos. O que abala o turismo na cidade que vai receber as Olimpíadas no ano que vem. 
 
Na Floresta da Tijuca, a PM fará ainda o policiamento das áreas turísticas e usará agentes do Regimento de Cavalaria no patrulhamento aos acessos. Já no Parque Estadual do Grajaú, será intensificada a segurança com policiais da Companhia Integrada de Polícia de Proximidade (CIPP do Grajaú) nos acessos. O grupo terá canal direto de comunicação com a direção do parque. O número de policiais aumentará nos finais de semana e nos feriados.
 
Veja mais
 
Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário