Falece ciclista criador do Desafio da Mantiqueira de MTB

0

O ciclista e escalador, Erivan Arcanjo de Lima, faleceu nessa quinta-feira em Taubaté. Ele foi um dos pioneiros da modalidade do Mountain Bike no país e destaque do esporte nos anos 90 conquistando o título de campeão brasileiro de MTB XCO em 1994 .

O mountain biker em seu ambiente natural

Morador de Campos do Jordão, ele começou no esporte como ciclista olímpico e escalador, e decidiu unir os dois esportes. Assim, passou a fazer trilhas de Mountain Bike pela região. O acesso a informações sobre o esporte era pequeno, ainda assim o ciclista conseguiu estabelecer o esporte em sua região e competir em diversas provas no Brasil e no exterior como atleta.

Um dos seus legados é o Desafio da Mantiqueira de Mountain Bike, que ele idealizou e foi responsável por desenhar os primeiros trajetos. A prova se tornou uma competição tradicional no país e está em sua 17ª edição.

Em 2017 ele foi homenageado pela comunidade de ciclistas com o título de Giro Vecchio (Ciclista das Antigas). Na placa em sua homenagem estava a seguinte mensagem: Erivan Arcanjo de Lima a cada vitória alcançada ou obstáculo superado, sua lembrança estará presente. Obrigado por fazer parte da história do ciclismo nacional”.

Além de atleta e entusiasta do esporte, Lima também foi Secretário de Esportes de Campos do Jordão, São Paulo, de 2001 até 2004 . Todavia, atualmente Lima atuava como empresário e organizador de eventos ciclísticos. Lima lutava contra um câncer por mais de dois anos e de despediu na manhã dessa quinta-feira deixando muitos amigos e um grande legado para o Montain Bike brasileiro.

Participando de corrida na Mantiqueira.

 

Compartilhar

Sobre o autor

Maruza Silvério

Maruza Silvério é jornalista formada na PUCPR de Curitiba. Apaixonada pela natureza, principalmente pela fauna e pelas montanhas. Montanhista e escaladora desde 2013, fez do morro do Anhangava seu principal local de constantes treinos e contato intenso com a natureza. Acumula experiências como o curso básico de escalada e curso de auto resgate e técnicas verticais, além de estar em constante aperfeiçoamento. Gosta principalmente de escaladas tradicionais e grandes paredes. Mantém o montanhismo e a escalada como processo terapêutico para a vida e sonha em continuar escalando pelo Brasil e mundo a fora até ficar velhinha.

Deixe seu comentário