Montanhista sofre acidente no pouco conhecido Vale da Ilusão

0

O montanhista Jorge Soto se espatifou no chão depois de despencar de uma altura de 40 metros. Apesar da queda, do susto e dos cortes no corpo, não houveram maiores problemas.
Foto Celio Vong


Jorge Soto e seu companheiro Eduardo Félix
empreenderam a travessia completa de um desconhecido vale encravado entre as cavernas
do Petar. Trata-se do desmoronamento do teto de uma gigantesca caverna em época
muito remota que formou este longo e profundo cânion ainda não mapeado e nem
descrito.

Os exploradores se aventuraram por entre
labirintos de rocha e mata, acompanhando o rio e escalando as paredes quando
ocorreu o pior dos pesadelos. Jorge despencou de uma altura de 40 metros,
passando em queda livre pelo companheiro para se espatifar no solo depois de
vazar a copa das árvores. Parou milagrosamente numa pequena plataforma a meio
caminho do fundo da grota e ali pernoitaram espremidos entre a rocha e o
buraco.

Nos dias seguintes tiveram que lutar contra
a dor e o cansaço para terminar a travessia e alcançar a civilização em busca
de socorro. Leia a história completa no relato do próprio Jorge Soto e fotos do
Félix que descrevem toda a epopéia vivida nos dias 19-20-21-22 de abril de 2008,
em meio às cavernas e cânions que podem desaparecer por completo depois da
construção da barragem para formação do lago que abastecerá de água a usina de
Tijuco Alto. Foto Celio Vong.

Altamontanha.com
Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário