Uei Steck termina projeto ’82 Cumes em 80 Dias’ com 19 dias de folga

0

O montanhista e escalador, notoriamente veloz e conhecido como a “máquina suíça”, terminou hoje o projeto que começou em junho com o alemão Michi Wohleben.

:: Saiba quem é Ueli Steck

O objetivo era escalar todos os picos com mais de 4 mil metros de altura nos alpes Berneses, porção ocidental dos alpes suíços. Além das escaladas, Ueli,38, e Michi se locomoveriam de uma montanha à outra usando apenas bicicletas, paragliders e os próprios pés. No final de junho, no entanto, Michi foi obrigado a abandonar a empreitada devido a uma lesão sofrida durante uma aterrisagem. Ueli seguiu em frente e completou ontem sua jornada – em apenas 61 dias. Ueli escalou 18 das montanhas em um só dia, no final de junho (a travessia do Monte Rosa), e também superou o Matterhorn em um único dia, feito que costuma levar dois.

Além da desistência de Michi, houve outro grande percalço durante o caminho: no fim de julho, o holandês Martijn Seuren, um dos alpinistas na equipe de Ueli, morreu ao sofrer uma queda na fronteira entre França e Itália.

O último dia de escalada teve um começo curioso: Ueli "errou o caminho" e pasou 3.5 horas subindo na direção errada antes de voltar ao trajeto programado e concluir o projeto. O atleta postou um vídeo estourando uma champagne para comemorar seu feito. Confira:

 

Compartilhar

Sobre o autor

Redação - AM

Texto publicado pela própria redação do Portal.

Deixe seu comentário